Total de visualizações de página

sexta-feira, 15 de abril de 2016

Romance de Clara Arreguy movimenta Embaixada de Portugal, em Brasília


Romance de Clara Arreguy movimenta Embaixada de Portugal, em Brasília

Exposição fotográfica sobre viagem que inspirou novo livro da autora mineira
vai até 29 de abril, com entrada franca




Uma história que mescla ficção com realidade em duas narrações paralelas e contextos históricos diferentes, o novo livro de Clara Arreguy movimentou a Embaixada de Portugal durante lançamento nessa quinta (14/04), em Brasília (DF). A obra Dia de Sol em Tempo de Chuva, da editora portuguesa Chiado, trata das angústias e sonhos de um alfaiate português que emigrou para o Brasil no século XIX. Também romanceia as histórias de seu neto brasileiro, que refaz de volta o percurso, em busca de respostas e autoconhecimento. O evento contou com a abertura da exposição de fotos de Portugal assinadas pelo fotógrafo gaúcho Paulo de Araújo, com visitações até 29 de abril. A entrada é franca.

Ao comentar as inspirações para o seu nono livro, a jornalista e escritora Clara Arreguy falou de sua viagem a Portugal em 2013 e a busca por informações sobre a história de vida de seu avô português, falecido há 50 anos. Na ocasião, a mineira radicada em Brasília destacou a emoção que sentiu ao conhecer Pinheiro d'Ázere, região de Santa Comba Dão, lugar de onde partiu seu avô, João, para fazer a vida em Muriaé, Zona da Mata mineira. Com pouquíssimos elementos históricos conseguidos após os 140 anos do nascimento de seu avô, Clara resolveu ficcionar os fatos de forma habilidosa e emocionante, incluindo versos de Camões em marcações de percurso.

"O evento foi muito bom, reuniu muita gente amiga e gente interessada nos temas do lançamento do livro e da exposição que envolvem o País em questão, a literatura portuguesa e a questão da imigração. O resultado foi muito positivo e esperamos poder promover outros eventos desse tipo, não só com o tema Dia de Sol em Tempo de Chuva e cultura portuguesa, como também outros trabalhos que nós temos, seja na parte de fotografia ou literatura", avalia Arreguy.

Após percorrer Países como Alemanha, França, Espanha e África do Sul, o fotojornalista Paulo de Araújo comentou o processo de criação das 25 imagens da exposição que também leva o nome da obra recém-lançada, com destaque para fotos da cidade do Porto.

“O trabalho de retratar essa região de Portugal (que vai de Lisboa até Santiago de Compostela) foi emocionante, o lugar é lindo, com belas paisagens e com cada lugar mais interessante que o outro.”, conta o gaúcho, que esteve em solo lusitano pela terceira vez.

Diálogo Brasil x Portugal

Para João Pignatelli, conselheiro de Cultura da embaixada de Portugal e diretor do espaço cultural Camões, a parceria com a escritora vai além do prestígio sociocultural incentivado por uma das maiores editoras portuguesas (a Chiado), especializada na publicação de autores portugueses e brasileiros contemporâneos.

"A historia é muito interessante e é também a história de muitos portugueses que vieram ao Brasil ao longo de todos esses tempos. O Brasil também é feito de muitos ‘Joões’ que ajudaram a construir o Brasil e também ajudaram a influenciar Portugal com esse calor brasileiro. E para nós é um prazer muito grande, inclusive pela exposição, que faz uma espécie de viagem a Portugal com muita intensidade.", afirma.

Entre amigos, escritores, curiosos e apaixonados pela leitura, Álvadoro Modernell tem acompanhado a trajetória de Clara Arreguy, também autora dos títulos Segunda Divisão (Lamparina, 2005), Fafich (Conceito, 2005), Tempo Seco (Geração, 2009), Catraca Inoperante (Outubro 2011 e 2014), Rádio Beatles (Outubro, 2012), Siga as Setas Amarelas (Outubro, 2014) e Sonhos Olímpicos (Franco, 2015).

“Ela (autora) foi muito feliz na escolha do lugar para o lançamento e na combinação com a exposição de fotos do Paulo. Gosto muito do jeito que a Clara escreve, então, estou com uma expectativa muito boa em relação à leitura do livro e feliz por conhecer mais uma linda obra da Clara, divertida e interessante, e que já nasceu bem, em solo Português. Torço pelo sucesso dela.", declarou o também escritor e amigo de Clara.

Já a advogada Janaína Serra, que não conhecia o trabalho da escritora, diz estar ansiosa para conhecer a obra, com enredo que remete à sua realidade familiar.

“Esse é o primeiro livro que compro da Clara e estou ansiosa para conhecer mais. Estou bastante curiosa até porque na minha família o meu avô também veio de Portugal quando tinha 18 anos, ainda na época da Segunda Guerra. Quero muito saber o desfecho desse livro”, afirma a leitora.

Clara Arreguy tem 30 anos de jornalismo e nove livros publicados. Trabalhou nos jornais Estado de Minas e Correio Braziliense, escreveu crônicas para a revista Veja Brasília e atua também como blogueira de literatura e editora de livros, sites e portais. Em 2015 formalizou a Outubro Edições, onde publica livros de sua autoria e de outros escritores. A exposição fotográfica Dia de Sol em Tempo de Chuva, de Paulo de Araújo, vai até 29 de abril, com entrada franca, no espaço cultural Camões, na Embaixada de Portugal.

Visitações: dias 15 e 29, das 9h às 13h; De 18 a 29 e de 26 a 28, das 9h às 16h. (não abre aos sábados, domingos e feriados)
Endereço: Setor de Embaixadas Sul / Avenida das Nações - Quadra 801 - Lote 2 (Embaixada de Portugal)
Mais informações: (61) 3032-9600


Outras informações:
(61) 9115-8485 – clarreguy@yahoo.com – www.clara-arreguy.com

Assessoria de Imprensa
Clarice Gulyas
(61) 8177 3832 TIM/ Whatsapp
claricegulyas@gmail.com (Gtalk)



VIDEOS:






Nenhum comentário: